Pequim – China

On 23 de maio de 2014 by Sel

Pequim – China Antes de mais nada, tenha em mente que eu fui para a China duas vezes, no inverno e no verão, e fiquei 30 dias em cada. Eu vivia como local, morava em casa de chineses, comia como chinês, frequentava escola para chineses, tentava falar o máximo de chinês possível e fazia programas de chinês!

Forbidden City entrance and Mao Tse Tung photo on top of the most high entrance gate. The western and eastern walls have giant placards; the left one reads "Long Live the People's Republic of China" (Chinese: 中华人民共和国万岁; pinyin: Zhōnghuá rénmín gònghéguó wànsuì), while the right one reads"Long Live the Great Unity of the World's Peoples". The right placard used to read "Long Live the Central People's Government" on the founding ceremony of the PRC, but after the ceremony it was changed to "Long Live the Great Unity of the World's Peoples" (Chinese: 世界人民大团结万岁; pinyin: Shìjiè rénmín dà tuánjié wànsuì). Both placards are written in simplified Chinese.

Antes de qualquer coisa:

Compre um guia de bolso português/chinês. Eu nāo tinha isto, mas eu falo um inglês considerável e estava indo para estudar chinês e morar com chineses. Eu aconselho o “Eu vou para a China”. É um guia bom, porque tem escrito a pronúncia e os ideograma pros chineses lerem. Vale a pena ressaltar que poucas pessoas fora de Shanghai e Hong Kong falam inglês, nas áreas fora do centro então, esqueça! A maioria dos expatriados falam chinês fluente.

Os chineses são naturalmente “enrolados”. Tudo demora horas pra ser resolvido, é quase que um tática deles. Você vai perceber que algumas vezes eles fazem isso de propósito, porque você nāo fala a língua deles e também porque eles tem um jeito diferente de pensar. Até a escrita e a leitura se faz de uma maneira inversa, então o raciocínio acompanha a cultura.

Eles são muito simpáticos, solícitos e, apesar de muitas vezes não conseguirem, tentam te ajudar até o final.

Eles adoram quando você fala os cumprimentos básicos. “Ni hao” (oi – serve também para bom dia, boa noite, é o cumprimento geral deles), “xie xie” (obrigado – a pronúncia é ciê ciê), “zai jian” (tchau, até logo – pronúncia é tzai jian).

Aprenda as palavras mágicas. “Wo” (eu – a pronúncia é uó), yao (querer), “qu” (ir – pronuncia-se tchu – igual ao "também" do inglês), “you” (ter – pronúncia é iôu), “zhe ge” (isto aqui – pronúncia tchi kâ). Esse último se usa pra tudo, aponte qualquer coisa que você queira ver e saber e fale “tchi ga”.

Pegue na internet o nome do seu hotel em chinês. IMPORTANTÍSSIMO: imprima o endereço em ideograma. Por exemplo: Hyatt(hotel) na China não se chama Hyatt. Eles inventam um nome em chinês e não sabem qual é o hotel se você disser o outro nome.

Você tem alguma restrição alimentar? Lá as coisas não são salgadas, mas podem ser muuuuito apimentadas dependendo do que e como você pedem. Como você nāo fala a língua local, pode ser difícil.

Dica para os que possuem iPhone, baixem os seguintes aplicativos antes de irem: 

"Translate" (este é o dicionário do Google, o melhor que já vi e bem fiel à língua chinesa) é só escrever e mostrar para qualquer chinês. Só tem um problema, só funciona se você tiver network!

Beijing Metro: ótimo! Vai te guiar pela cidade, é só digitar onde você quer ir e o app te fala a estação mais próxima, a direção a tomar e qual estação mudar de linha.

BEIJING: Eu amo essa cidade, as pessoas e a comida. Até o engarrafamento bizarro fica mais legal por lá.

O trânsito: é surreal. Cuidado na hora de atravessar a rua. O sinal fecha pros carros, mas se um carro quiser virar à direita, ao invés de seguir em frente, ele pode como nos Estados Unidos. Os cruzamentos na hora do rush…hahuauhauha. Não dá para imaginar o que é o trânsito com carros embolados, cada um seguindo em uma direção. As buzinas? Exatamente como em qualquer um dos países asiáticos – não param nunca – faz parte da cultura. No entanto, algo imperdível eé o bondinho cruza toda a Rua Qianmen onde vocês poderaão encontrar todas as marcas para boas compras.

Os prédios: em Pequim e Shanghai são todos muito grandiosos e modernos. Claro que há aquela desigualdade financeira, mas isto também é cultura e cultura secular. As áreas que um dia foram dos pobres e ladrões hoje sāo os “hutongs” lindos e ótimos para visitar e fazer compras de produtos locais. Em termos de modernidade, o Brasil parou no tempo e eles estão anos luz na nossa frente.

Central China TV Building, Beijing CCTV Television Station and Headquarters – design by OMA

Compra de eletrônicos : tem que saber fazer e conhecer os locais, caso contrário nāo arrisque. A tentação vai ser grande, porque vāo te oferecer iPhone 5 por 30 dólares e acredite, parece o próprio, mas é só a casca!

Local bom para comprar eletrônicos: Buy Now Hue.

Vai comprar um SIM Card? Prepare-se, esta é a melhor compra de todas, a mais divertida e pode levar horas. Primeiro eles te mostrarão o número de telefone pra você escolher. Detalhe: os números de celulares possuem 13, sim, eu disse 13 algarismos. 1,3 bilhão de pessoas!

Até aí você entenderá tudo numa boa. Só que nesse meio tempo, eles começam a mostrar outros números, que você vai achar que é outro número de celular, mas na verdade é o preço se você escolher determinados algarismos. Depois de muito tempo é que vocês vāo entender que eles estāo te mostrando que os números de telefone possuem preços diferentes – aquela história de sorte/azar. Por exemplo, o 4 em chinês se parece com a palavra morte, então é o pior número de todos. O número 9 também não é um bom número, por isso o celular fica mais barato. O 8 é o melhor dos números e quanto mais 8 mais caro, ainda mais se forem consecutivos!

Cartāo de Crédito: a maioria dos estabelecimentos não aceita, nem os restaurantes. Você também nāo poderá pechinchar com cartāo, tem que ser em dinheiro vivo. Deixe vários pacotes de dinheiro espalhados pelos bolsos, nāo ponha na bolsa! Nunca deixe-os ver quanto realmente você tem de dinheiro, se faça de pobre, dê as costas e diga bye. Tire sempre a quantia exata na hora de pagar, porque se você precisar de troco eles nāo vāo te dar e, como você nāo fala a língua, o dinheiro se vai!

Imperdível em Pequim:

A Grande Muralha. [fotos] Existem vários pontos da muralha para visitação. Badaling é o mais famoso e o mais perto de Pequim. Fuja desse lugar. Só vá lá se não tiver tempo mesmo, porque fica extremamente lotado e lotado na China, vou te contar, dá vontade de sentar e chorar. Fui a vários pontos da Muralha e eu recomendo a a Simaitai, que fica a 3 horas de Pequim. Vá até o final da Praça da Paz Celestial, na mesma rua do Mausoléu do Mao Tse Tung. Nesta rua, ao lado da praça, saem uns ônibus para várias partes da Muralha. Dá pra comprar na hora, mas tem que chegar cedo, não depois das 7:30, porque o ônibus sai às 8, 8:30.

The Great Wall of China seen from East side

 

DSC01318

Cidade Proibida. Uma manhã ou uma tarde são suficientes. Sugiro uma tarde, porque o passeio termina na frente de um parque com um templo budista pequenininho no alto de uma colina e o pôr do sol lá de cima é absolutamente maravilhoso. Cidade Proibida 60rmb + Audio Guide 40rmb ( não recomendo!). Aqui vai a dica e o segredo do seu guia: chegue até  a cidade proibida e NÃO ENTRE! Fique de frente à foto do Mao Tse Tung e você vai ver 3 portas enormes, NÃO ENTRE! Caminhe para a sua direita, depois da última porta grande você verá uma porta menor mais ao fundo, entre lá. Quando estiver na entrada coberta, você será obrigado a pagar para entrar. Este é o segredo, vai te custar 2 dólares a mais para entrar sem a multidāo e você ainda vai conhecer as margens do rio proibido e o jardim proibido – é uma via única, nāo tem jeito de voltar. Enquanto você estiver nesta entrada, você verá uma outra porta bem pequena do seu lado direito, esta é a academia oficial da escola de arte Chinesa. Vale a pena entrar e comprar alguma coisa, você vai achar peças exclusivas, feitas à mão e por preços bem acessíveis!

A Cidade Proibida vista do topo do monte do Parque Jingshan

Tiananmen Square. Cerimônia matianal de estiagem da bandeira que acontece todos os dias do ano sem exceção na hora do sol nascente. Esta foi filmado por valta das 5 da manhã sob um frio de -20C.

Templo do Céu. Muito Bonito!. A visita leva umas 2 ou 3 horas dependendo de você e do passo para andar no parque no qual o templo está situado. O parque é enorme e muito bonito. 25rmb

Templo Lama. É um templo budista, um lugar bonito e que “cheira” paz. Em frente, há uns Hutongs e vale a pena passear por eles. Ao lado, você encontra um restaurante (mais tarde vou falar sobre os “hot pots”) de comida tibetana, que foi um dos melhores restaurantes em que eu comi. Eles têm menu em inglês e com fotos. Peça uma coxa de mutton, carneiro, e uma comida que é tipo uma pizza, mas a massa é de pastel recheada de carne. Templo Lama: 35rmb

Templo of Heaven Entrance - Entrada do Templo Lama

Beihai Park. Pela manhã ou ao final da tarde são os melhores horários. Fica ao lado da saída da Cidade Proibida. Tem uma pagoda branca lindíssima situada numa colina com um visual muito bonito também. Do Jinshang Park você verá a Pagoda do Behai e vice-versa. 20 Rmb

Definiçāo de Hutong: são conjuntos habitacionais milenares da época monárquica, construídos de uma forma bem grotesca e, muito de longe, seriam as “favelas” brasileiras (porém sem criminalidade). São muito seguros. As casas em geral são bem pequenas e nelas moram várias gerações da mesma família. As casas não possuem banheiro, que são compartilhados e públicos. Não se assustem, apesar do buraco no chão (tipo vaso sanitário turco), há descarga como no Brasil – isso em Beijing, pois no interior tudo muda e o saneamento básico é quase inexistente.

Palácio de Verão. Longe! Bonito! Alguns julgam que este é o lugar mais lindo de Beijing. Vai depender muito do que você já conhece. E se já conhece o Palácio de Versailles entāo… Fica na última parada de umas das linhas de metro, é longe! As construções na China de um modo geral e em todos os lugares turísticos são lindas. Esse lugar fica em um parque gigantesco com um lago no meio. Você conhece o "Leed Castle" em Londres? É algo parecido, porém nāo tão romântico. Por ser bem longe do centro de Beijing, minha sugestão é que você vá de manhã bem cedo e bem disposto pra andar muito. Se for de metrô, quando chegar na última estação da linha amarela, pegue um táxi até o Palácio, que deve dar uns 20rmb. Negocie com o taxista porque ele vai querer cobrar mais caro. Dá pra pegar ônibus também, eu como de costume fui a pé. O parque tem várias atrações, lugares para serem vistos, então a visita bem feita é bem demorada, mas em minha opinião ainda vale cada minuto. 60rmb

Birds Nest Stadium - Estádio Ninho do Pássaro

“The Birds Nest” e “Water Cube” – Estádios das Olimpíadas. Simplesmente fantástico. Vá depois do almoço, começo da tarde, pois o sol se põe atrás do estádio e a foto é de tirar o fôlego. Tem uma linha do metrô que te deixa dentro do complexo olímpico. Pague o turismo complete, visite o telhado do estádio, tire fotos, desfrute. 120rmb

Water Cube - Parque Aquático Cubo D'Água

Ho hai. Também é um parque, mas esse você não paga para entrar, pois é aberto e cheio de barzinhos e restaurantes na beira de um lago. À noite, vá pra lá. Os chinese com maior poder aquisitivo freqüentam essa região. Há bares para todas as idades, você vai ver gente idosa e também muita gente da nossa idade. Você vai ver muitos casais e também gente solteira, porque lá há muitas “night clubs”. As coisas, principalmente bebidas, são bem caras para padrões chineses, mas vale e muito a visita.

The Place. Nada mais é do que um shopping center aberto. Por que vale a visita? Porque vocês irão ver uma das coisas mais modernas não só da China, como do mundo da tecnologia. Um mega telão, de aproximadamente 120 metros, corta o shopping. Se você tiver um número de telefone local, pode enviar uma mensagem para o telão que aparecerá para todo mundo. A visita leva uns 20 minutos, vá à noite. Você encontra todas as lojas de marcas internacionais e também o melhor “night club” de toda Beijing!

Sanlitun. Não perca! Este é o top da viajem! Na verdade não é um lugar, é um bairro! Neste bairro tem de tudo! Bares, lojas, “night clubs”, pechincha e muito o que fotografar! Sanlitun possui um complexo de bares e é lá que fica o "The Place". É uma área mais de estrangeiros, onde se encontram lojas da Nike, Apple, Puma, Quicksilver e a maior loja Adidas do mundo, com 4 andares. Nada é falsificado! Vale ir para tomar uma cerveja e conhecer a região. Ao lado fica “Yasho", você vai me amar por esta dica!

Yashow. Não perca! Você vai me agradecer por esta dica, principalmente se você vai para uma estadia curta! Este é o lugar mais bizarro de Beijing. É um shopping de 5 andares com tudo o que existe no mundo, porém falsificado. Como os próprios chineses falam, existem várias e diferentes qualidade de falsificados! Você pode encontrar bolsas Chanel por 200 dólares que nem o fabricante pode dizer que é falsificada! Encontra camisetas das melhores marcas por 5 dólares, calças, blusas, calcinha, meias, sapatos, brinquedos e eletrônicos. Não se esqueça das dicas de como carregar o dinheiro e de como pechinchar, caso contrário você acaba pagando mais caro do que o original. Pechinche muito e lembre-se de que o chinês não é idiota e é mais expert do que qualquer um de nós, afinal eles dominam o comércio mundial!

Zoológico. Se você tiver tempo ou quiser muito ver um panda, eu recomendo. Esse foi meu único objetivo,  afinal zoológico é zoológico em qualquer lugar do mundo, a não ser alguns zoos específicos, como o de centro de Londres ou de Moscou.15rmb

Wanfujing: EM BREVE! Por enquanto desfrute das fotos abaixo!

Esta é a rua das especiarias alimentícias de Wanfujing! Aranhas! Grilos! Escorpiões! Estrelas do Mar! Cobras! Lagardos! Cavalos Marinhos!

De ótimo paladar!

Uma delícia!

Escorpião é uma delícia, vocês deveriam provar tambeém aranhas pretas e cabeças de rato!